Mundo

Biden dobra meta e promete 200 milhões de doses aplicadas em 100 dias

O presidente dos Estados Unidos Joe Biden dobrou a meta de vacinação nesta quinta-feira (25). Em sua primeira coletiva de imprensa, Biden garantiu que serão 200 milhões de doses aplicadas em 100 dias de governo. 

Há uma semana, os Estados Unidos atingiram a meta de 100 milhões de vacinados contra a Covid-19 – seis semanas antes do prazo estabelecido por Biden ao assumir a presidência. 

"Sei que é ambicioso e é duas vezes a nossa meta original. Nenhum outro país do mundo chegou perto do que estamos fazendo. Acredito que podemos fazer isso", disse Biden logo após anunciar a nova meta.

A coletiva de imprensa desta quinta contou com um número restrito de jornalistas devido aos protocolos adotados na Casa Branca para enfrentamento da pandemia. Nesta quinta, cinco estados norte-americanos liberaram a vacinação para pessoas acima dos 16 anos

Biden também orientou os estados a vacinarem os adultos até 1º de maio. Ele já havia mencionado a data e, mantendo o mesmo ritmo de vacinação, haveria a chance de se comemorar o feriado de 4 de julho em pequenos grupos familiares. 

Até o momento, os Estados Unidos aplicaram pelo menos uma dose das vacinas em 26% da população – cerca de 85,5 milhões de pessoas. Mais de 46 milhões de pessoas já estão completamente vacinadas, segundo dados do Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Escolas abertas gradualmente

Em seu 65º dia de mandato, o presidente dos Estados Unidos também citou um relatório do Departamento de Educação americano que revela que quase metades das escolas classificadas como K-8, que é o equivalente ao jardim de infância no Brasil, já estão abertas no país.

Biden disse que pretente abrir todas as escolas dessa modalidade até o 100º dia de governo. "Ainda não somos a maioria, mas estamos próximos. Acredito que nos 35 dias que faltam atingiremos essa meta", disse ele.