Moda

Aplicativo mostra nível de sustentabilidade da indústria da moda

A ONG Repórter Brasil lançou recentemente o aplicativo Moda Livre. A plataforma, disponível para uso gratuito para Android e iOS, aponta o grau de sustentabilidade de marcas e varejistas do setor de confecção no País.


A base de dados inclui 119 marcas e mostra se têm envolvimento ou não com a exploração de trabalho escravo na cadeia de produção têxtil. As informações são baseadas nas autuações ou não por órgãos de governo.


Empresas que querem se cadastrar devem contatar a agência Repórter Brasil, que enviará um questionário-padrão para que as marcas respondam. As repostas geram uma pontuação que classifica as empresas em três categorias: verde, amarela e vermelha. Em janeiro, entre as marcas monitoradas pelo Moda Livre, somente 18% estavam na categoria verde.


Além de analisar o histórico e as ações de combate ao trabalho escravo que são tomadas pelas marcas mais relevantes no mercado de moda brasileiro, o aplicativo Moda Livre traz uma seção de notícias com matérias da Repórter Brasil sobre trabalho escravo no setor.